domingo, 6 de novembro de 2011

Definição: literatura é...



Sentimos uma necessidade imensa de definir, conceituar as coisas e pessoas. Precisamos definir as opções sexuais, os astros, as letras e
tudo que existe, inclusive Deus que, sabiamente, se definiu como aquele que é. Perece que isso é tão essencial quanto respirar. Mas o que não sabemos é que as definições esvaziam o sentido principal das coisas e pessoas. Não percebemos que as definições são tão exatas e as exceções não cabem nelas. As definições só servem para enquadrar um ponto de vista que se apresenta como único e verdadeiro.
Portanto, definir é esvaziar...
A necessidade de produção de conhecimento colabora muito para
a criação de conceitos. Pesquisas científicas, vivências religiosas ou
conhecimentos populares enquadram o mundo em definições. Vemos a partir de
outros olhares. Nem sempre nitidamente, mas vemos. Partindo desses
pressupostos, questões intrigantes se apresentam: é possível definir o que é arte? É possível conceituar a literatura?...

Acredito que isso é impossível... Mas como necessidade vital me
atrevo a definir esse mundo metafórico das palavras: literatura é... a arte do
não dito! Podem me chamar de insano, ou melhor, de louco mesmo. Pois, como uma
arte que modela palavras pode não dizer nada? Explico-me: Antônio Cândido
afirma que a maioria dos autores brasileiros é mais tático do que estrategista. Isso quer dizer que eles são movidos mais pela inspiração, pelo instinto, pelo pensamento, pela sensibilidade e subjetividade....do que pelo meios técnicos ou parnasianos, movimento fracassado na nossa literatura. Portanto, se nossos autores são tão subjetivos é impossível apresentar uma única versão, interpretação das suas
obras. É impossível invadir o pensamento do autor para saber o que ele quer, metaforicamente, dizer. A partir disso, surge a arte literária brasileira. Os vários sentidos que podemos extrair das obras brasileiras condiz com minha definição: literatura é a arte do não dito...

Alguém se atreve a dizer que minha definição é vazia?